• Selfyi Plus

Gaslighting: Uma violência velada

Um abuso silencioso de difícil compreensão.

9 / 100

Podemos definir o Gaslight como um jogo de poder, que pode existir em diferentes contextos como: ambiente profissional, relações afetivas e no ambiente familiar. (STERN, 2007)

O gaslighting é um fenômeno de difícil compreensão, especialmente pelo fato de a vítima não ter consciência sobre as agressões que sofre, pois são sutis, e ocorrem de forma gradual. Muitas vezes, as ofensas vêm disfarçadas em frases como:

“Nada disso que você está dizendo aconteceu!”,
“Sua memória está cada vez mais fraca, você não pode confiar nela…”,
“Como você está sendo exagerada!” e, é claro,
“Você só pode estar ficando louca!”

A pesssa que sofre com o Gaslighting é frequentemente colocada em dúvida sobre tudo aquilo que faz e pensa, sente-se sem esperança e desanimada. Seus pontos de vista e sentimentos são questionados e desprezados, fazendo com que a mulher acredite no que o parceiro diz sobre ela.

Geralmente, a violência contra a mulher acaba sendo encoberta por diversos fatores, tais como medo, culpa ou questões culturais, mas o Gaslighting é ainda mais perigoso porque a pessoa que o vivencia geralmente não percebe que está sofrendo um abuso, podendo causar inúmeras consequências em sua vida, baixa autoestima e até mesmo transtornos psicológicos.
Trata-se de um viés da violência psicológica que, muitas vezes, é velada, pois a pessoa acostuma-se com a vivência e não percebe que está num relacionamento abusivo.

Conforme publicação realizada no Diário Oficial Da União em 29 de Julho de 2021, foi sancionada a LEI: nº14.188, que tipifica penalmente a Violência psicológica contra a mulher.
Art. 147-B. Causar dano emocional à mulher que a prejudique e perturbe seu pleno desenvolvimento ou que vise a degradar ou a controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem, ridicularização, limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que cause prejuízo à sua saúde psicológica e autodeterminação:

Pena – reclusão, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa, se a conduta não constitui crime mais grave.”

É essencial que profissionais como Psicólogos e Advogados tenham conhecimento e saibam identificar os sinais do Gaslighting / Violência psicológica, para que possam orientar as mulheres que sofrem com essa violência afim de apoia lá a procurar os canais legais de amparo e proteção, evitando que outros tipos de violência ocorram.

Para conhecer os principais canais de apoio acesse:
https://selfyi.com.br/violenciacontraamulher/

Você não está sozinha.

Faça terapia

R$90,00 sessão

Suzanne da Costa Brito

CRP: 10/05795
R$80,00 sessão

Karina Flôr

CRP: 08/33808
R$50,00 sessão

Abigail Campi Castilho

CRP: 06/170102
R$100,00 sessão

Psicóloga Caren Silveira

CRP: 08/28234
R$130,00 sessão

Gisele da Rocha Guimarães

CRP: 06/103015
R$80,00 sessão

Leonardo Albert Nunes Filho

CRP: 07/22451

Os melhores Psicólogos você encontra aqui, agende agora mesmo sua primeira sessão.

Agendar sessão